Postado originalmente em Casa Espírita Eurípedes Barsanulfo:

Olá amigos!

Estão abertas as inscrições para o 2º CURSO DE CAPACITAÇÃO DE EVANGELIZADORES na CEEB/PR com SONIA DE MENEZES JÁCOME e SÔNIA SOARES/MG.

Algumas fotos do 1º Encontro realizado em 2013:

13

54

Para conhecer mais sobre o trabalho, assista a entrevista com Sônia Jácome no EspiritismoBH: http://vimeo.com/6290733 e também uma amostra da 1ª edição deste encontro no ano passado em nossa Casa (vídeo do Youtube): https://www.youtube.com/watch?v=q3iyn26W1lQ

Este curso será realizado nas dependências da CEEB – Casa Espírita Eurípedes Barsanulfo – Curitiba/Paraná nos dias 20 a 21 de Setembro de 2014 (sábado e domingo) e é destinado a evangelizadores novos e experientes, trabalhadores da seara espírita e demais interessados.

Para melhor aproveitamento, as coordenadoras sugeriram algumas atividades ANTES do curso:

1) Assistir os filmes (6): Um Professor Peso Pesado / O Menino do Pijama Listrado / Como Estrelas na Terra / Meu Nome é Rádio / Escritores da Liberdade / TV Escola Educação Especial Intensificada (procurar no Youtube);

2) Leitura…

Ver original 254 mais palavras

Olá amigos!

Estão abertas as inscrições para o 2º CURSO DE CAPACITAÇÃO DE EVANGELIZADORES na CEEB/PR com SONIA DE MENEZES JÁCOME e SÔNIA SOARES/MG.

Algumas fotos do 1º Encontro realizado em 2013:

1 3

5 4

Para conhecer mais sobre o trabalho, assista a entrevista com Sônia Jácome no EspiritismoBH: http://vimeo.com/6290733 e também uma amostra da 1ª edição deste encontro no ano passado em nossa Casa (vídeo do Youtube): https://www.youtube.com/watch?v=q3iyn26W1lQ

Este curso será realizado nas dependências da CEEB – Casa Espírita Eurípedes Barsanulfo – Curitiba/Paraná nos dias 20 a 21 de Setembro de 2014 (sábado e domingo) e é destinado a evangelizadores novos e experientes, trabalhadores da seara espírita e demais interessados.

Para melhor aproveitamento, as coordenadoras sugeriram algumas atividades ANTES do curso:

1) Assistir os filmes (6): Um Professor Peso Pesado / O Menino do Pijama Listrado / Como Estrelas na Terra / Meu Nome é Rádio / Escritores da Liberdade / TV Escola Educação Especial Intensificada (procurar no Youtube);

2) Leitura do livro: Autismo – Hermínio C. Miranda + leitura dos textos sugeridos pelas coordenadoras, download: Textos para Leitura v1;

3) Material: Levar para o curso 01 espelho pequeno de rosto.

CRONOGRAMA DE SÁBADO 20/09/2014:

15:30 – Integração

16:00 – Diferença entre “Esclarecer” e “Evangelizar” o Espírito

17:15 – Lanche

17:30 – Evangelização de Crianças e Jovens Socialmente Carentes / “Crianças e Jovens Exigentes”

19:30 – Encerramento

CRONOGRAMA DE DOMINGO 21/09/2014 (continuação):

08:00 – Integração

08:30 – Psicologia das Idades / Dinâmicas e Atividades para todos os Ciclos

10:00 – Lanche

10:15 – Continuação das Dinâmicas e Atividades para todos os Ciclos

12:00 – Encerramento

TAXA DE INSCRIÇÃO: 01 prato salgado/doce + 01 suco/refrigerante para os lanches. Trazer no sábado dia 20/09/2014 (primeiro dia do curso).

ATENÇÃO: AS INSCRIÇÕES SÃO LIMITADAS E DEVERÃO SER ENVIADAS POR E-MAIL ATÉ 13/09/2014.

Para fazer sua inscrição, faça o download aqui: Ficha de Inscricao CEEB-PR_2014, preencha e envie para o e-mail: ceebcwb@gmail.com. Você receberá uma confirmação via e-mail e se o número de inscritos exceder o número de vagas, haverá lista de espera.

Caso não consiga acessar realizar a inscrição pelo link, acesse a página do nosso blog: http://casaespiritaeuripedesbarsanulfo.wordpress.com/curso/ ou pelo e-mail: ceebcwb@gmail.com.

Endereço: Rua José Tomasi, 328 – Santa Felicidade – Curitiba / Paraná. Mapa para chegar:

Mapa CEEB

OBSERVAÇÕES:

- A CEEB não fornecerá hospedagem.  Os participantes deverão se hospedar em hotel por conta própria;

- Os portões da Casa Espírita serão abertos a partir das 15:15hs no sábado e 7:30hs no domingo;

- Mais informações ou dúvidas, enviar e-mail para ceebcwb@gmail.com.

Publicado por: ceebcuritiba | 12 de agosto de 2014

2º Curso de Capacitação de Evangelizadores na CEEB

Olá amigos,

Preparem sua agendas porque nos dias 20 e 21 de Setembro de 2014 teremos a 2ª edição do Curso de Capacitação de Evangelizadores na CEEB.

Adivinhem que serão as coordenadoras? :)

7

Publicado por: ceebcuritiba | 3 de agosto de 2014

Os “Laboratórios” na Evangelização

Os “Laboratórios” na Evangelização ou ainda “Laboratório do Mundo Visível”

Através das sugestões de nossas grandes amigas Sônia Jácome e Sônia Soares de Minas Gerais, trazemos neste post a experiência em nossa Casa Espírita com os chamados “Laboratórios”, que são simplesmente a definição de um tema reunindo todas as turmas de evangelização em uma mesma atividade utilizando a arte em suas mais variadas expressões e proporcionando integração entre as idades.

Os laboratórios devem ser planejados entre os evangelizadores antecipadamente, onde cada um traga a sua colaboração para a construção da atividade. O ideal é montar um roteiro (início, meio e fim) em uma tabela especificando o tempo de cada atividade, material, responsáveis, etc. O planejamento é fundamental para tudo correr bem neste tipo de atividade!

Em nossa Casa Espírita, a duração das aulas de evangelização é de 01 hora, portanto o laboratório deve ser planejado neste tempo ou ainda ser estendido, conforme as possibilidades. A quantidade de dias pode ser variável conforme a construção da atividade, podendo ser realizada em 01 dia ou até em 04 dias!!!

A escolha dos temas foi definida com base nas aulas rotineiras da evangelização (currículo da FEB) de todas as turmas, ou seja, o que estava sendo estudando em sala, o laboratório traria uma reflexão maior sobre o tema. Os temas tiveram a seguinte sequência:

- LABORATÓRIO 01: Reinos Mineral, Vegetal, Animal e Hominal – realizado em 01 dia (01 hora)

- LABORATÓRIO 02: Pluralidade dos Mundos Habitados – realizado em 02 dias (02 horas)

- LABORATÓRIO 03: Nosso Lar – realizado em 04 dias (04 horas)

- LABORATÓRIO 04: O Nascimento de Jesus / Montagem Presépio – realizado em 01 dia (01 hora) – SERÁ REALIZADO FUTURAMENTE.

Os livros que deram suporte e nos inspiraram para estas atividades são de Walter Oliveira Alves (Prática Pedagógica na Evangelização I, II e III). As ideias básicas foram retiradas destes livros e adaptadas às necessidades de nossa Evangelização. Também foram utilizados os livros da Codificação Kardequiana e Revista Espírita, obras subsidiárias da psicografia de Chico Xavier (Coleção André Luiz e Cartas de uma Morta) e as obras de Hergorina Cunha (Imagens no Além e Cidade no Além), além do maravilhoso DVD Nosso Lar.

Abaixo seguem os roteiros realizados (que foram evoluindo ao longo dos trabalhos) e as fotos para se ter uma noção dos resultados:

LABORATÓRIO 01: Reinos Mineral, Vegetal, Animal e Hominal Reinos - Laboratorio

20140301_145609 

20140301_150508

LABORATÓRIO 02: Pluralidade dos Mundos Habitados – realizado em 02 dias (02 horas)Pluralidade

10329269_844929885523799_1842340634904884157_n

10294450_844929922190462_1672954939659248232_n

IMG_20140503_154831105

LABORATÓRIO 03: Nosso Lar – realizado em 04 dias (04 horas)

Nosso Lar

 1

 2

 3

 4

5 6

Futuramente postaremos as fotos do último Laboratório de 2014: O Nascimento de Jesus / Montagem Presépio.

Para nós evangelizadores, tem sido um experiência grandiosa, do ponto de vista espiritual e também do prático, onde as dificuldades e desafios enfrentados tem nos trazido reflexões profundas a respeito do trabalho.

Este post está disponível também na seção ROTEIRO DE AULAS em nosso blog, aproveite e visite também outros conteúdos sobre evangelização em nossa página.

Casa Espírita Eurípedes Barsanulfo – Curitiba / Paraná

Publicado por: ceebcuritiba | 2 de agosto de 2014

Prefácio do Livro Fonte Viva: Com Jesus e por Jesus

Com Jesus e Por Jesus

Na introdução de “O Livro dos Espíritos”, recolhemos de Allan Kardec esta afirmação expressiva:

“As comunicações entre o mundo espiritual e o mundo corpóreo estão na ordem natural das coisas e não constituem fato sobrenatural, tanto que de tais comunicações se acham vestígios entre todos os povos e em todas as épocas. Hoje se generalizaram e tornaram patentes a todos.”

No item 8º das páginas de conclusão da mesma obra, o Codificador assevera com segurança:

“Jesus veio mostrar aos homens o caminho do verdadeiro bem. Por que, tendo-o enviado para fazer lembrar sua lei que estava esquecida, não havia Deus de enviar hoje os Espíritos, a fim de a lembrarem novamente aos homens, e com maior precisão, quando eles a olvidam para tudo sacrificar ao orgulho e à cobiça?”

E sabemos que, de permeio, o grande livro que lançou os fundamentos do Espiritismo trata, dentre valiosos assuntos, das leis de adoração, trabalho, sociedade, progresso, igualdade, liberdade, justiça, amor, caridade e perfeição moral, bem como das esperanças e das consolações.

Reportamo-nos a tais referências para recordar que o fenômeno espírita sempre esteve presente no mundo, em todos os lances evolutivos da Humanidade, e que Allan Kardec, desde o início do ministério a que se consagrou, imprimiu à sua obra o cariz religioso de que não podia ela ausentar-se, tendo até acentuado que o Espiritismo é forte porque assenta sobre os fundamentos mesmos da Religião:

Deus, a alma, as penas e as recompensas futuras.

Aceitamos, perfeitamente, as bases científicas e filosóficas em que repousa a Doutrina Espírita, as quais nos ensejam adquirir a “fé raciocinada capaz de encarar a razão face a face”, contudo, sobre semelhantes alicerces, vemo-la, ainda e sempre, em sua condição de Cristianismo restaurado, aperfeiçoando almas e renovando a vida na Terra, para a vitória do Infinito Bem, sob a égide do Cristo, nosso Divino Mestre e Senhor.

O apóstolo da Codificação não desconhecia o elevado mandato relativamente aos princípios que compilava e, por isso mesmo, desde a primeira hora, preocupou-se com os impositivos morais de que a Nova Revelação se reveste, tendo salientado que as conseqüências do Espiritismo se resumem em melhorar o homem e, por conseguinte, torná-lo menos infeliz, pela prática da mais pura moral evangélica.

Sabemos que a retorta não sublima o caráter e que a discussão filosófica nada tem que ver com caridade e justiça. Com todo o nosso respeito, pois, pela filosofia que indaga e pela ciência que esclarece, reconheceremos sempre no Espiritismo o Evangelho do Senhor, redivivo e atuante, para instalar com Jesus a Religião Cósmica do Amor Universal e da Divina Sabedoria sobre a Terra.

Espíritos desencarnados aos milhões e em todos os graus de inteligência enxameiam o mundo, requisitando, tanto quanto os encarnados, o concurso da educação.

Não podemos, por isso, acompanhar os que fazem de nossa Redentora Doutrina mera tribuna discutidora ou simples caçada a demonstrações de sobrevivência, apenas para a realização de torneios literários ou para longos cavacos de gabinete e anedotas de salão, sem qualquer conseqüência espiritual para o caminho que lhes é próprio.

Estudemos, assim, as lições do Divino Mestre e aprendamo-las na prática de cada dia.

A morte a todos nos reunirá para a compreensão da verdadeira vida… E, sabendo que a justiça definir-nos-á segundo as nossas obras, abracemos a Codificação Kardequiana, prosseguindo para a frente, com Jesus e por Jesus.

EMMANUEL

Pedro Leopoldo, 11 de fevereiro de 1956.

Publicado por: ceebcuritiba | 28 de junho de 2014

Estudo da Revista Espírita

Olá amigos,

Na intenção de divulgar a Doutrina Espírita e também de disponibilizar o material para o Estudo da Revista Espírita que ocorre na CEEB, todas as sextas-feiras às 20:00hs, criamos uma página dentro do nosso blog com os links para donwload da Revista Espírita e também das outras obras de Allan Kardec:

http://casaespiritaeuripedesbarsanulfo.wordpress.com/revistaespirita/

ME Ilustração 2 - Os 12 Volumes da Revista Espírita

Publicado por: ceebcuritiba | 15 de junho de 2014

Ouça o Seminário Mediunidade e Evangelho com Wagner Gomes da Paixão

Olá amigos,

Segue abaixo os links para ouvir no youtube o Seminário Mediunidade e Evangelho realizado por Wagner Gomes da Paixão nos dias 17 e 18 de Maio de 2014 na CEEB/PR – Casa Espírita Eurípedes Barsanulfo – Curitiba / Paraná.

.

Publicado por: ceebcuritiba | 5 de maio de 2014

Propriedades – Estudo do Livro dos Espíritos Q266 parte final

Postado originalmente em FEEAK MINAS:

Estudo realizado na FEEAKMINAS em 02/05/2014, por Carlos A B Costa, em torno da questão 266 comentário de Kardec.

Ver original

Publicado por: ceebcuritiba | 5 de maio de 2014

Visão de Eurípedes (O Apóstolo da Mediunidade) – de Hilário Silva

Postado originalmente em FEEAK MINAS:

Ver original

Na Reunião Pública desta terça-feira, dia 06/05/2014, a partir das 20h, será exposto o tema “Os últimos serão os Primeiros”, itens II e III do Capítulo XX, do Livro O Evangelho Segundo o Espiritismo.

Capítulo XX – Os trabalhadores da última hora
Os trabalhadores da última hora
Os últimos serão os Primeiros

2 – O trabalhador da última hora tem direito ao salário. Mas, para isso, é necessário que se tenha conservado com boa-vontade à disposição do Senhor que o devia empregar, e que o atraso não seja fruto da sua preguiça ou da sua má vontade. Tem direito ao salário, porque, desde o alvorecer, esperava impacientemente aquele que, por fim, o chamaria ao labor. Era trabalhador, e apenas lhe faltava o que fazer.
Se tivesse, entretanto, recusado o trabalho a qualquer hora do dia; se tivesse dito: “Tenham paciência; gosto de descansar. Quando soar a última hora, pensarei no salário do dia. Que me importa esse patrão que não conheço e não estimo? Quanto mais tarde, melhor!” Nesse caso, meus amigos, não receberia o salário do trabalho, mas o da preguiça.
Que dizer, então, daquele que, em vez de simplesmente esperar, tivesse empregado as suas horas de trabalho para cometer estripulias? Que tivesse blasfemado contra Deus, vertido o sangue de seus semelhantes, perturbado as famílias, arruinado homens de boa-fé, abusado da inocência? Que tivesse, enfim, se lançado a todas as ignomínias da humanidade? O que será dele? Será suficiente dizer, à última hora: “Senhor usei mal o meu tempo; empregai-me até o fim do dia, para que eu faça um pouco, um pouquinho que seja da minha tarefa, e pagai-me o salário do trabalhador de boa-vontade!”? Não, não! Porque o Senhor lhe dirá: “Não tenho agora nenhum trabalho para ti. Esperdiçaste o teu tempo, esqueceste o que havias aprendido, não sabes mais trabalhar na minha vinha. Cuida, pois, de aprender de novo, e quando te sentires mais bem disposto, vem procurar-me e te franquearei as minhas terras, onde poderás trabalhar a qualquer hora do dia”.
Bons espíritas, meus bem-amados, todos vós sois trabalhadores da última hora. Bem orgulhoso seria o que dissesse. “Comecei o trabalho de madrugada e só o terminarei ao escurecer”. Todos vieram quando chamados, uns mais cedo, outros mais tarde, para a encarnação cujos grilhões carregais. Mas há quantos e quantos séculos o Senhor vos chamava para a sua vinha, sem que aceitásseis o convite? Eis chegado, agora, o momento de receber o salário. Empregai bem esta hora que vos resta. Não vos esqueçais de que a vossa existência, por mais longa que vos pareça, não é mais do que um momento muito breve na imensidade dos tempos que constituem para vós a eternidade. (Constantino – Espírito Protetor, Bordeaux, 1863)

3 – Jesus amava a simplicidade dos símbolos. Na sua vigorosa expressão, os trabalhadores da primeira hora são os Profetas, Moisés, e todos os iniciadores que marcaram as diversas etapas do progresso, continuadas através dos séculos pelos Apóstolos, os Mártires, os Pais da Igreja, os Sábios, os Filósofos, e, por fim, os Espíritas. Estes, que vieram por último, foram entretanto anunciados e preditos desde o advento do Messias. Receberão, pois, a mesma recompensa. Que digo? Receberão uma recompensa maior. Últimos a chegar, os Espíritas aproveitam o trabalho intelectual dos seus antecessores, porque o homem deve herdar do homem, e porque os trabalhos e seus resultados são coletivos: Deus abençoa a solidariedade.
Muitos dos antigos revivem hoje, ou reviverão amanhã, para acabar a obra que haviam começado. Mais de um patriarca, mais de um profeta, mais de um discípulo do Cristo, e de um divulgador da fé cristã se encontram, entre vós. Ressurgem mais esclarecidos, mais adiantados, e já não trabalham mais nos fundamentos, mas na cúpula do edifício. Seu salário será, portanto, proporcional ao mérito da obra.
A reencarnação, esse belo dogma, eterniza e precisa a filiação espiritual. O Espírito, chamado a prestar contas do seu mandato terreno, compreende a continuidade da tarefa interrompida, mas sempre retomada. Vê e sente que apanhou no ar o pensamento de seus antecessores. Reinicia a luta, amadurecido pela experiência, para ainda mais avançar. E todos, trabalhadores da primeira e da última hora, de olhos bem abertos sobre a profundidade da Justiça de Deus, não mais se queixam, mas se põem a adorá-lo.
Este é um dos verdadeiros sentidos dessa parábola, que encerra, como todas as que Jesus dirigiu ao povo, as linhas do futuro, e também, através de suas formas e imagens, a revelação dessa magnífica unidade que harmoniza todas as coisas no universo, dessa solidariedade que liga todos os seres atuais ao passado e ao futuro. (Henri Eine – Paris, 1863)

Estude a Doutrina Espírita através das Obras básicas. E como disse Dona Yvonne do Amaral Pereira, no livro de entrevistas “Pelos Caminhos da Mediunidade Serena”, organizado por Pedro Camilo, Obras Básicas entende-se pelas obras de Allan Kardec (Livros e Revista Espírita), Leon Denis, Gabriel Delanne, Ernesto Bozzano e Camille Flammarion.

Older Posts »

Categorias

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.799 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: